Jornal de Letras

Siga-nos nas redes

Perfil

Correntes d'Escritas: Programa

Letras

  • 333

O encontro de escritores de expressão ibérica está de regresso, de 21 a 23. Três dias de mesas-redondas, lançamento de livros e muita literatura. Conheça aqui o programa. 

Apesar de ter menos um dia (como no ano passado), as Correntes d'Escritas mantêm um assinalável conjunto de iniciativas. E se faltam mesas (8 em vez de 11), sobram muitas visitas às escolas, numa componente formativa alargada a mais estabelecimentos de ensino de outros concelhos vizinhos da Póvoa de Varzim. O número de escritores é idêntico, cerca de 60 (embora haja menos vindos de mais longe), e o espírito das mesas-redondas também: temas sugestivos e abertos, nesta edição com versos dos finalistas do prémio principal do encontro, o Casino da Póvoa. Eis o programa das sessões, que decorrem no Auditório Municipal da Póvoa de Varzim.



Quarta-feira, 20 de fevereiro

Sessão de abertura

Anúncio dos vencedores dos prémios das Correntes (Casino da Póvoa, Papelaria Locus, Conto Infantil Porto Editora e Fundação Dr. Luís Rainha).



Quinta-feira, 21 de fevereiro

15h: Conferência de abertura

Não fazem mal as musas, por João Lobo Antunes, apresentado por José Carlos de Vasconcelos.



16h30: Mesa 1 - Mentem-nos tanto os mitos (Bernardo Pinto de Almeida)

Almeida Faria, António Mega Ferreira, António Sarabia, Hélia Correia, Inês Pedrosa, Mário Zambujal e José Carlos de Vasconcelos (moderador).



Sexta-feira, 22 de fevereiro

10h30: Mesa 2 - De que armas disporemos, senão destas que estão dentro do corpo (Hélia Correia)



Carmo Neto, Helena Vasconcelos, Jesus del Campo, Luís Cardoso, Miguel Miranda, Maria Teresa Horta e João Gobern (moderador).



15h: Mesa 3 - Só o que não se sabe é poesia (Ferreira Gullar)

Aurelino Costa, Ivo Machado, João Luís Barreto Guimarães, José Mário Silva, Lauren Mendinueta, Vergílio Alberto Vieira e Francisco José Viegas (moderador).



17h30: Mesa 4 - E eu já nada sei soprar sobre as palavras (Armando Silva Carvalho)

Carmen Dolores, Helder Macedo, Manuel Jorge Marmelo, Manuel Rui, Richard Zimler, Rubens Figueiredo e Michael Kegler (moderador).



22h: Mesa 5 - Desse país arranquei todos os cravos (José Agostinho Baptista)

Ignacio Martínez de Pisón, Luís Carlos Patraquim, Maria do Rosário Pedreira, Nuno Camarneiro, Rui Zink, Válter Hugo Mãe e Carlos Quiroga (moderador)



Sábado, 23 de fevereiro

10h30: Mesa 6 - Os meus textos não têm serventia (Luís Filipe Castro Mendes)

Andréa del Fuego, Cristina Carvalho, Jaime Rocha, João Tordo, Joel Neto, Possidónio Cachapa e Onésimo Teotónio Almeida (moderador)



15h30: Mesa 7 - Do que podia ter sido restam ruínas (Manuel António Pina)

Ana Luísa Amaral, António Victorino D'Almeida, Domingo Vilar, Onésimo Teotónio Almeida, Susana Fortes, Vasco Graça Moura e Maria Flor Pedroso (moderadora)



18h: Sessão de encerramento

Entrega dos prémios do encontro e homenagem a Lêdo Ivo e Manuel António Pina 



19h: Anúncio dos vencedores dos Prémios de Edição Ler/Booktailors



Terça-feira, 25 de fevereiro (Instituto Cervantes em Lisboa)

18h30: Mesa 8 - Onde termina o que se perde agora? (Fernando Guimarães)

Cristina Carvalho, Domingo Vilar, Ignacio Martínez de Pisón, Luís Carlos Patraquim e Rui Zink (moderador)