Tóquio, 23 ago (Lusa) -- O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, reiterou na quarta-feira a vontade do seu Governo de reduzir a dependência do Japão da energia nuclear "a médio ou longo prazo", depois do acidente nuclear de Fukushima, em março de 2011.

Noda falava no primeiro encontro que teve com ativistas anti-nuclear desde que estes começaram a organizar, há cinco meses, manifestações semanais em frente à sede do Governo japonês.

O primeiro-ministro nipónico disse que o seu executivo está a preparar um novo plano energético para o período até 2030, com a vontade de "abandonar a dependência do nuclear a médio ou longo prazo".