Tóquio, 30 jul (Lusa) -- Uma equipa da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) começou hoje a inspecionar a central nuclear japonesa de Onagawa, situada numa das zonas afetadas pelo sismo e tsunami de 2011 e que resistiu ao desastre sem sofrer danos críticos.

Cerca de vinte especialistas, liderados pelo responsável do centro de segurança sísmica internacional da AIEA, Sujit Samaddar, levará a cabo a inspeção das instalações até ao próximo dia 11 de agosto, segundo a agência Kyodo.

Prevê-se que a equipa da AIEA reveja as atuais condições da central, paralisada desde o desastre, analise os dados das operações e entreviste os funcionários que participaram na estabilização da unidade após o tsunami.