O dispositivo experimental JT60SA, que é uma evolução do modelo usado até 2008, estará integrado por peças fabricadas na Europa e no Japão e será desenvolvido nas instalações da agência japonesa em Naka, na província de Ibaraki, no leste do Japão, informou a agência japonesa Kyodo.

Espera-se que os resultados da investigação com o novo JT60SA sirvam para o futuro Reator Termonuclear Experimental Internacional (ITER, na sigla inglesa).