Depois de Xavi ter merecido a honra no Euro2008, em que a Espanha também foi campeã, agora foi a vez de Iniesta, seu companheiro no Barcelona, ser distinguido no "dream team" que fez história no futebol ao conquistar dois europeus com um mundial pelo meio, repetindo a eleição do Mundial2010.

No "onze" mais usual da "roja" apenas o lateral direito Arbeloa, do Real Madrid, ficou de fora da eleição da UEFA, uma vez que nos 23 estão o guarda-redes Casillas, os defesas Piqué, Sérgio Ramos e Jordi Alba, os médios Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta e os avançados Fabregas e David Silva.