Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Velhos são os trapos

Conceição Zagalo

  • 333

Terminaram as comemorações de mais um Ano Europeu, o do Envelhecimento Ativo e Solidariedade entre Gerações. Mas o mundo continua a envelhecer em velocidade de corrida e ainda faltam muitos metros para se iniciar uma fase de desaceleração que teve um ponto de partida tão promissor

É que a queda das taxas de natalidade, o aumento da esperança média de vida, os avanços na saúde, a globalização e a migração continuam a correr lado a lado, com resultados que tornam o envelhecimento ativo uma maratona ainda mais desafiante... para o mundo, para as empresas e para todos nós. 

Dizem-nos as estatísticas que Portugal apresenta um quadro de envelhecimento demográfico bastante acelerado, com tendência a piorar. Em 2011, quase 20% dos portugueses tinham 65 ou mais anos, contra uma população jovem que não chega aos 15%. Mas será que são estes números obstáculos difíceis de ultrapassar, ou uma oportunidade para saltos mais altos, mais consequentes, mais vencedores?  

Bem sabemos que as organizações vivem de metas, e não duvidemos que só as conseguirão alcançar se levarem a exercício a velha máxima: velhos são os trapos. Já perceberam que o conhecimento dos seus colaboradores mais sábios é demasiado rico e importante para ser partilhado apenas com os netos. Já perceberam que só uma simbiose geracional traz o equilíbrio que nos guia até ao sucesso. 

Velhos frágeis, improdutivos e dependentes são sinais enganadores de quem não consegue ver além das rugas. Empresas que apostam nas suas pessoas como estratégia de sustentabilidade, sabem que elas não passam de um sinal do tempo, que esconde energia, força, mentes sãs e cheias de motivação.  

É verdade que ainda há muito a suar para terminar esta corrida. Melhores oportunidades para os trabalhadores mais velhos têm que ser criadas.  

Mas basta os gestores perceberem que jovens idosos estão aí para a luta, com a sabedoria, a força e a vontade necessárias, para nos fazer acreditar que a vitória está cada vez mais perto.