Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

  • Quando comecei a participar em voluntariado não havia qualquer enquadramento jurídico e depois de vários anos de atividade, apenas tive contacto com a legislação quando me tornei dirigente associativo e gestor de voluntariado. Ou seja, mais de metade da minha participação enquanto voluntário foi sem conhecimento deste enquadramento legal. Esta experiência é ainda hoje a norma para a maioria das pessoas que realizam voluntariado

  • Chegámos a uma fase do ano bem propícia a reflexões. Porque passaram doze meses sobre os propósitos firmados a cada passa de uva ou gole de espumante sorvidos com expectativa, porque está à porta novo ano e nova oportunidade de formular novos votos, ou pura e simplesmente porque os ciclos de calendário nos impõem exercícios de interioridade capazes de nos fazerem pensar de forma ainda mais séria e intensa na evolução de factos que importam

  • No fim de tudo isto e mais do que tudo, mais do que ajudá-lo, mais do que sentir que fui útil, mais do que qualquer grandeza, senti que o humilhei, dando-lhe aquele pão seco.

  • A imigração em massa em direção à Europa ainda agora "vai no adro". E é bom precisar que apenas 10% da população em fuga de África e do Médio Oriente consegue chegar ao Mediterrâneo. Os restantes 90% tornam-se ou deslocados nos seus próprios países (IDP) ou refugiados nos países vizinhos, eles próprios incapazes de absorver todas essas famílias em debandada

  • Desde já peço desculpa pela minha ausência. Porém, e dada a dimensão dos projetos sociais em que tenho estado envolvida, foi realmente para mim impossível escrever. De forma a compensar a minha ausência, partilho com detalhe um dos meus últimos projetos: a Loja de Trocas