Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Unidade especializada em Alzheimer irá funcionar em Fátima

Juniores e Seniores

  • 333

Gonçalo Rosa da Silva

Além de ter capacidade para 60 camas, também será um polo de formação para os profissionais que lidem com a doença

Estima-se que, em Portugal, 95 mil pessoas sofram de Alzheimer. A doença afeta 5% dos maiores de 65 anos, 20% das que têm mais de 80 e 25 a 30% acima dos 90.

Um retrato que mostra necessidade de existir uma unidade especializada em doentes de Alzheimer. Nesse sentido, foi assinado, esta semana, um protocolo entre a União das Misericórdias Portuguesas (UMP), a Administração Regional de Saúde de Lisboa e o Centro Distrital da Segurança Social de Lisboa.

O centro, localizado em Fátima, terá capacidade para 60 camas, 50 delas comparticipadas, e também será um espaço de formação para os profissionais que lidam, diariamente, com a doença.

Dada à dificuldade de abrir mais unidades especializadas em Alzheimer, a UMP considera que o melhor será dar formação adequada aos funcionários dos lares. Numa primeira fase, serão formados os técnicos de 20 a 25 instituições, ou seja, cerca de 2400 pessoas.