Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Refeições extra nas escolas custam 5,6 milhões aos municípios

Juniores e Seniores

  • 333

José Caria

Os municípios do país fizeram as contas aos custos das refeições extras distribuídas em escolas do 1.º ciclo

Com o agudizar da crise, várias autarquias decidiram distribuir refeições nas escolas do 1.º ciclo, fora do horário letivo.

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) estima que os pequenos-almoços e lanches reforçados distribuídos aos alunos mais carenciados custam 5,6 milhões de euros às câmaras municipais.

"As autarquias são, pois, indubitável e inquestionavelmente, o verdadeiro Ministério da Solidariedade e Ação Social de uma grande faixa de alunos nacionais", declarou o presidente da ANMP, Artur Trindade, em comunicado.