Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais escolas com pequeno-almoço

Juniores e Seniores

  • 333

DR

O programa de distribuição de pequenos-almoços pelos alunos carenciados das escolas públicas vai ser alargado a todo o país em outubro

O secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar afirmou que o programa de pequenos-almoços nas escolas será generalizado a todos os estabelecimentos que dele necessitem a partir de outubro.

Numa audição na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, João Casanova de Almeida afirmou que ainda durante o mês de setembro o programa será retomado nas 120 escolas onde já foi iniciado como experiência piloto no ano letivo anterior, abrangendo "cerca de 12 mil alunos" carenciados que passaram a tomar o pequeno-almoço na escola.

Essas escolas, em que já está montada uma estrutura de distribuição de alimentos, serão o "ponto de partida" para a "generalização" do programa a partir do próximo mês, indicou.

No mês de novembro tudo deverá estar em "velocidade de cruzeiro", acrescentou, salientando a necessidade da "maior discrição" em torno dos beneficiários do programa.

Em declarações aos jornalistas após a audição, João Casanova de Almeida escusou-se a adiantar a quantas mais escolas e alunos será alargado o programa, afirmando que ainda se está a fazer esse levantamento.

A equipa que o está a fazer será também responsável por uma "plataforma informática" que fará com que os apoios sejam "mais bem canalizados e mais rapidamente".

João Casanova de Almeida afirmou que "as maiores empresas" de Portugal estão a contribuir para o projeto, colaborando no fornecimento ou na distribuição dos alimentos.