Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

FOTOS: Pinturas corporais da Etiópia inspiram coleção de 'moda ética'

Economia Social

  • 333

A utilização de algodão africano e o respeito pelos Direitos Humanos tornam a fábrica que produduz as malas Pinko num exemplo de 'moda ética'

As pinturas corporais das tribos etíopes foram a principal fonte de inspiração para a coleção.
1 / 10

As pinturas corporais das tribos etíopes foram a principal fonte de inspiração para a coleção.

As pigmentações mais comuns são as vermelhas, pretas, brancas e amarelas ocre.
2 / 10

As pigmentações mais comuns são as vermelhas, pretas, brancas e amarelas ocre.

A designer Marina Spadafora numa das suas visitas à Etiópia.
3 / 10

A designer Marina Spadafora numa das suas visitas à Etiópia.

As crianças de Vale do Omo, no sul da Etiópia, beneficiam do rendimento garantido pela fábrica têxtil, que emprega muitas mulheres da região.
4 / 10

As crianças de Vale do Omo, no sul da Etiópia, beneficiam do rendimento garantido pela fábrica têxtil, que emprega muitas mulheres da região.

As crianças de Vale do Omo, no sul da Etiópia, beneficiam do rendimento garantido pela fábrica têxtil, que emprega muitas mulheres da região.
5 / 10

As crianças de Vale do Omo, no sul da Etiópia, beneficiam do rendimento garantido pela fábrica têxtil, que emprega muitas mulheres da região.

O algodão usado no fabrico da coleção é 100% africano.
6 / 10

O algodão usado no fabrico da coleção é 100% africano.

Os padrões, inspirados nas tradicionais pinturas corporais, são feitos manualmente.
7 / 10

Os padrões, inspirados nas tradicionais pinturas corporais, são feitos manualmente.

A fábrica emprega muitas mulheres da região, que assumem um papel fundamental no desenvolvimento da comunidade onde vivem.
8 / 10

A fábrica emprega muitas mulheres da região, que assumem um papel fundamental no desenvolvimento da comunidade onde vivem.

A designer italiana Marina Spadafora é embaixadora da ética na moda em Itália.
9 / 10

A designer italiana Marina Spadafora é embaixadora da ética na moda em Itália.

A designer italiana Marina Spadafora é embaixadora da ética na moda em Itália.
10 / 10

A designer italiana Marina Spadafora é embaixadora da ética na moda em Itália.

A marca italiana Pinko convidou a designer Marina Spadafora para desenvolver a coleção de malas Pinko Bags for Ethiopia. A escolha, claro está, não foi ao acaso. Marina Spadafora é embaixadora da ética na moda em Itália.

A colecção, inspirada nas pinturas corporais das tribos da Etiópia, integra o projeto Fashion for Development (F4D), um projeto de consciencialização global que estimula o crescimento económico e a independência dos países em desenvolvimento, através da produção têxtil.

O F4D dá especial atenção às mulheres, enquanto elementos fundamentais para o desenvolvimento das comunidades locais e proteção das crianças. Neste caso, todas as carteiras são produzidas por uma equipa de trabalhadoras do sexo feminino, com matérias-primas locais, numa fábrica de Adis Abeba, Etiópia.

"Aos poucos, as mulheres vão conseguir autonomia financeira, conquistando também um novo sentido de respeito na sua sociedade", acredita a designer italiana.

Os modelos das carteiras são inspirados em seis das populações nómadas e seminómadas que vivem no Vale do Omo, uma região do sul da Etiópia considerada Património Mundial pela UNESCO.

Em Portugal, as carteiras estão à venda por 70,20 euros (PVP) nas lojas Veste Couture (Lisboa), Chinha (Carcavelos), Linda Mendes (Porto e Guimarães), Trigas (Felgueiras) e Ofélia Barbosa (Paços de Ferreira).