Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Tudo pela dança

Campanhas

  • 333

D.R.

Samba Injai quer ser bailarino profissional. Para concretizar o seu sonho, gostava de ir estudar para Londres este verão

Natural da Guiné-Bissau, Samba Injai, 15 anos, chegou em 2001 à Fundação O Século, onde mora no lar de acolhimento, em São Pedro do Estoril. O gosto e a aptidão pela dança salientaram-se, logo desde pequeno, quando via vídeos na Internet e tentava imitar.

Depois de ter tido aulas na Escola de Dança Ana Manjericão e na Urban Dancers, Samba pediu para frequentar a Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa. Desde o 5.º ano, os seus dias são intensos, começando às 8 e meia da manhã e terminando por volta das 6 e meia da tarde.

Para concretizar o seu sonho - ser bailarino profissional - Samba gostava de ir duas semanas para o curso de verão da conceituada Royal Ballet School, em Londres. Na capital britânica "espera sobressair, tal como acontece no Conservatório, pela postura e empenhamento, para ser candidato a uma bolsa", explica Carla Lima, diretora do lar.

Para a viagem de ida e volta, alojamento, transportes e alimentação Samba precisa reunir dois mil e quinhentos euros. A família, embora interessada na vida do Samba e de mais dois irmãos, tem muitas dificuldades económicas para o apoiar. Esta semana, a Fundação O Século criou uma campanha de angariação de donativos no Facebook. Basta um euro para ajudar este adolescente a concretizar parte de um sonho - cada vez mais real.

 

Como ajudar o Samba

www.facebook.com/oseculo.pt

www.oseculo.pt

T. 21 464 7770