Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Pelos caminhos de Santiago

Campanhas

  • 333

António Silva

D.R.

A correr ou a pedalar, ser solidário já é uma moda. António Silva e José Figueiredo vão 'andar' pelos Caminhos de Santiago por uma causa

Para o António, tudo começa no dia 13 de agosto em St Jean Pied du Port (França). Depois, seguem-se 12 dias seguidos de uma corrida de 850 quilómetros que o levará a Santiago de Compostela (Espanha), a 24.

Fazendo uma média de 65 quilómetros por dia, o ultra-maratonista espera angariar donativos para criar e equipar uma sala Snoezelen no centro Raríssimo da Maia, um dos três centros de reabilitação multidisciplinar e intensiva da Raríssimo - Associação Nacional de Doenças Mentais e Raras.

A 15 dias de começar, António Silva já está a treinar para a sua Corrida Rara nas matas de Viseu. Pode encontrar mais pormenores sobre este projeto em https://www.facebook.com/corrida.rara. Aí ficará a saber como pode contribuir para a causa, comprando uma fita simbólica que será colocada na mochila do maratonista e que o acompanhará durante todo o evento.

 

 

Para o José, a aventura começa cinco dias antes, a 8 de agosto, em Tróia, e termina a 8 de setembro, em Barcelos.  O ciclista envolveu-se no projeto Pedalar com Alma, criado em 2010, e é a quarta vez que se lança a divulgar projetos solidários pelo País e de bicicleta. Depois de ajudar instituções como a Acreditar e o Projeto 'Um lugar para o Joãozinho', do Hospital de S Joao,  este ano o ciclista quer contribuir para a HELPO.

"Este meu projeto é fruto de muito empenho nas minhas horas livres, bem como de todos aqueles que nele acreditam e o apoiam. Durante estes últimos anos, cheguei onde nunca pensei chegar. Vi o meu projeto divulgado e apoiado por meios e entidades que nunca pensei conseguir influenciar. Há três anos, nunca pensei que um simples empregado da construção iria conseguir marcar a vida de tanta gente", diz José Figueiredo, o mentor do Projeto Pedalar com Alma, que pretende passar por alguns dos Caminhos de Santiago.

A rede imobiliária REMAX está a apoiar o projeto, mobilizando os seus agentes para contribuir com alojamento e refeições para todo o percurso de José Figueiredo.