Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Meninas pedem cobertores

Campanhas

  • 333

Foto de arquivo

José Carlos Carvalho

Uma patrulha de guias está a recolher roupa de homem e cobertores para entregar aos sem-abrigo

A ideia está a ser posta em prática por um grupo de raparigas, entre os 16 e 17 anos, que se organiza numa patrulha de guias chamada Anémona, da Associação de Guias de Portugal - uma entidade semelhante aos Escuteiros, mas constituída apenas por elementos do sexo feminino.

Durante o mês de maio, em vários pontos da cidade de Lisboa, as Anémonas vão pôr em marcha a campanha + Calor que pretende angariar mantas e roupas de homem, para serem entregues à Comunidade Vida e Paz, que depois as fará chegar à população sem abrigo.

Os pontos fixos de recolha são as Juntas de Freguesia de Carnide, São Domingos de Benfica e Benfica.  

No próximo fim de semana, 18 e 19 de maio, haverá uma campanha de recolha junto à Loja do Cidadão das Laranjeiras e no C.C. Fonte Nova (ambos no sábado de manhã), no domingo de manhã será na Igreja da Luz e à tarde no Pingo Doce de Alfragide.

A ação é inserida num dos pilares do movimento de guias: o serviço. Nesta vertente, as raparigas prestam apoio comunitário a idosos, crianças e população carenciada; participam em peditórios e campanhas de recolhas de bens; integram ações de sensibilização das populações sobre higiene, alfabetização, ambiente, etc.; e levam a cabo atividades de preservação ambiental como recolha de lixo, limpeza de praias e plantação de árvores.

As sete meninas da Anémona integram um grupo mais vasto, de 50 pessoas, chamado Companhia e reúnem-se todos os sábados, em Benfica, em instalações cedidas pelo Externato Marista de Lisboa.