Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Desastres silenciosos

Campanhas

  • 333

Imagem de arquivo: Cheias no Paquistão em 2010

D.R.

Arranja hoje, em vários países do mundo, uma ação de sensibilização contra desastres silenciosos

No rescaldo das notícias sobre o caso Oscar Pistorius - o atleta olímpico sul-africano que alegadamente matou a namorada com quatro tiros na cabeça e no braço - a Cruz Vermelha Portuguesa associa-se a uma campanha europeia que luta contra desastres silenciosos em todo o mundo.

A campanha de sensibilização  arranca hoje, dia 18, pelas 11 horas, na Representação da Comissão Europeia em Lisboa, com uma mesa redonda moderada pela jornalista Laurinda Alves. Entre os oradores estarão Luiz Sá Pessoa, chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal; Luis Barbosa, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa; e Hugo Costa, investigador da Universidade de Lisboa e da organização de Cooperação e Desenvolvimento OIKOS.

A campanha Desastres Silenciosos durará até 15 de março e não se refere só a situações de violência familiar, mas também, e sobretudo, às inúmeras catástrofes e casos de emergência humanitária atuais que passam despercebidos à opinião pública - a fome generalizada na África Austral, o sismo no Tajiquistão, os surtos de doença no Uganda.