Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Campanha alerta para o perigo de acidentes por mergulho nas praias e piscinas

Campanhas

  • 333

Durante os meses de verão, mais de 100 praias do país serão invadidas por cartazes e folhetos de sensibilização especialmente dirigidos aos jovens, as principais vítimas deste tipo de acidentes

O estudo realizado pelos médicos Ricardo Prata e Jorge Mineiro, com base nos dados da época balnear de 2012, revelou que 43% dos acidentes por mergulho ocorrem na faixa etária até aos 19 anos. O número de traumatizados sobe para 72% se a análise for alargada até aos 29 anos.

A campanha é promovida pela Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia, que também colaborou na elaboração do estudo. O principal objetivo é prevenir os traumatismos vertebro medulares provocados por mergulhos.

"É a população jovem a que mais sofre este tipo de traumatismos com consequências graves e permanentes na sua saúde, nomeadamente pela elevada incapacidade motora/sensorial facto esse que condiciona uma longa dependência de cuidados prestados por outros para quase todas as atividades da vida diária", afirmou o médico e presidente da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia, Jorge Mineiro.

A campanha alerta, ainda, para a importância de conhecer o local antes de mergulhar. Uma precaução que salva vidas.