Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Bancos escolares

Campanhas

  • 333

DR

Em tempo de regresso às aulas, multiplicam-se as ofertas de material escolar a crianças carenciadas

E a terceira vez que a Staples, em parceria com a Entrajuda, lança o Banco Escolar, uma iniciativa solidária destinada a doar material escolar a crianças carenciadas. Tudo começou em 2010 e, desde então, o projeto já converteu mais de 34 mil euros em ajudas a 2.100 alunos de 150 Instituições Particulares de Solidariedade Social, sempre com o objetivo principal de combater o insucesso escolar e ciclos de pobreza. A presente edição decorre entre os dias 27 de agosto e 14 de setembro.

Para contribuírem, os clientes da Staples podem comprar vales de 1 ou 2 euros disponibilizados na rede de lojas. Posteriormente, é o valor total angariado em vales que é convertido em material escolar, de acordo com as necessidades das associações previamente identificadas pela Entrajuda. Numa forma mais moderna de contribuição, os utilizadores do Twitter, Facebook ou e-mail podem publicar no seu mural, ou partilhar com os amigos, a ideia do Banco Escolar. Cada publicação/convite/partilha vale 0,50 euros.

"Depois do enorme sucesso alcançado nas edições anteriores, a Staples decidiu dar continuidade a este projeto, contribuindo assim de forma efetiva para prevenir casos de abandono e insucesso escolar", explica Carlos Maia, diretor-geral da Staples Portugal.

Outra parceria

Na mesma lógica, a AMI e a Auchan lançam, no incício do ano escolar, dois produtos solidários, que podem ser comprados por qualquer cliente do Pão de Açúcar, do Jumbo do Continente ou da Staples: o Kit Salva-livros e a Agenda Escolar. Esta iniciativa pretende contribuir a manter os Espaços de Prevenção à Exclusão Social (EPES), inseridos nos centros Porta Amiga, da AMI.

Os EPES, que no ano passado apoiaram mais de cem pessoas, pretender ajudar a desenvolver as competências sociais e pessoais, a motivação e a autoestima de crianças e jovens em idade escolar, mais precisamente dos 6 aos 18 anos.

O Kit Salva-livros inclui 10 forras de plástico com etiquetas. A agenda 2012/2013 também é vendida na Fnac e tem o calendário escolar com todas as datas de início e de fim de período, férias, interrupções, mudanças de hora, feriados. Ambos os produtos custam seis euros, revertendo um deles para a AMI.

Em paralelo, a população pode participar na quarta campanha de material escolar que decorre até ao dia 2 de setembro, nos hipermercados e supermercados da Auchan. Também aqui, o dinheiro é angariado através da venda de vales de 1, 2, 3, 4 ou 5 euros.