Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

AMI pede donativos e voluntários

Campanhas

  • 333

Imagem de arquivo

Luís Vasconcelos

O peditório anual decorre até domingo, 28, mas a associação também precisa de voluntários para uma missão na Guiné-Bissau

Missão de emergência nacional foi o nome escolhido para o 19º peditório da Assistência Médica Internacional (AMI).

A iniciativa, que termina no domingo, 28, acontece num contexto particularmente difícil. Por um lado, nunca os pedidos de ajuda foram tantos. Até setembro deste ano, a AMI apoiou mais de 13 mil pessoas, o número mais elevado de sempre.

Por outro, os donativos atingem mínimos históricos. O peditório anual do ano passado angariou 64 mil euros, menos 25% do que a média habitual.

O peditório será realizado na rua por centenas de voluntários da associação, devidamente identificados e credenciados.

Missão em África

Os voluntários são a grande força da AMI, que lançou um apelo a médicos e enfermeiros com disponibilidade imediata para participarem numa missão na Guiné-Bissau.

O período de permanência será, no mínimo, de um mês.

Será dada prioridade aos candidatos com experiência nas áreas de urgências ou infecciologia.

Os interessados devem contactar o Departamento Internacional da AMI através do email: conceicao.costa@ami.org.pt.