Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

VÍDEO:Encontro de arte pela inclusão mostra como o "nada" pode dar frutos

Atualidade

  • 333

As receitas de bilheteria do espetáculo Nada, uma coprodução Guimarães 2012, revertem para a APCL. Até dia 13 há espetáculos de inclusão pela arte para ver no S. Luiz, em Lisboa  

"O Nada tem como ponto de partida o silêncio e o eco de um sonho." É desta forma que a companhia CIM começa por apresentar o espetáculo que encerra a trilogia sobre o tempo que têm vindo a desenvolver desde 2009.

Na quinta-feira, 11 de abril, o Nada sobe ao palco do Teatro S. Luiz, em Lisboa. As receitas de bilheteira revertem para a Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa (APCL).

O bilhete normal custa 11 euros, 5,50 euros para menores de 30 anos ou maiores de 65 e pessoas com deficiência. Os acompanhantes de pessoas com deficiência não pagam bilhete. Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheteiras do teatro ou na sede da APCL.

O espetáculo inclui movimento, palavra, imagem e música. Com direção artística da coreógrafa Ana Rita Barata e do realizador Pedro Sena Nunes, o Nada procura estabelecer relações entre tempo-espaço e movimento-corpo.

O espetáculo está inserido no InArte 2013, um encontro internacional de inclusão pela arte que decorre até dia 13 de abril.

Espetáculos performativos, seminários, concertos, cinema e workshops são alguns dos eventos que fazem parte da programação.

Tendo a inclusão como pano de fundo, também haverá dança para invisuais ou música com a participação de sem-abrigo.

Os espetadores invisuais terão acesso a dispositivos sonoros e haverá tradução em língua gestual durante todas as atividades.  

O InArte é uma coprodução com o S. Luiz Teatro Municipal e a Associação Vo'Arte, com o objetivo de promover as artes como forma de integração social.

Os preços de bilheteira variam entre três e 50 euros, exceto os concertos e o cinema, ambos de entrada livre.  

Imagem do espetáculo Nada da Companhia CIM

Imagem do espetáculo Nada da Companhia CIM

DR