Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

O desporto é uma escola

Atualidade

  • 333

D.R.

Para juntar material desportivo para a escola do seu filho mais velho, Filipe Loureiro corre, pedala e nada

Com umas sapatilhas, um equipamento de corrida e natação e uma bicicleta em segunda mão, Filipe Loureiro, antigo jornalista e empresário na área agrícola, vai angariar bolas, raquetes, redes, coletes e outro material desportivo para os 112 alunos que frequentam a Escola Branca (ensino básico), em Leiria.

Este pai de um aluno daquele estabelecimento de ensino está a desenvolver o projeto "O Desporto é uma Escola", participando em provas de duatlo, triatlo e atletismo como amador com o apoio da Lubrigaz e da Costifoot, a academia de futebol de Costinha, o antigo guarda-redes do Futebol Clube do Porto. 

A "empreitada" deste ex-jornalista começou no Duatlo do Jamor, em janeiro deste ano, e terminará na Maratona de Lisboa, em dezembro, altura em que o material desportivo angariado chegará às crianças da Escola Branca. 

Até agora, Filipe Loureiro já participou em quatro duatlos, dois triatlos e uma prova de atletismo de dez quilómetros, conseguindo resultados "honestos, para quem nunca tinha feito nada disto", como diz o próprio. O próximo evento a contar com a sua presença será a Corrida do Tejo, a 15 de setembro.

"A ideia é sempre dar o meu melhor e ser solidário. É esta a mensagem que tento transmitir aos meus filhos é às crianças da Escola Branca. Não é vencer, pois não tenho condições para tal, mas sim terminar cada prova com a consciência de que melhor não era capaz e ajudar os outros se for preciso", afirma o empresário agrícola.

O projeto "O Desporto é uma Escola" foi escolhido como exemplo de empreendedorismo social na conferência Agir Verde 2013.