Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Grande festa da Solidariedade na Guarda

Atualidade

No dia 28 de junho, na cidade mais alta de Portugal começa uma festa solidária

De Faro, em 2012, para a Guarda, em 2013. A Festa da Solidariedade, que todos os anos se realiza numa zona diferente do País, já foi marcada para a cidade da Guarda, a 29 de junho, e a organização espera juntar cerca de três mil pessoas.

"Pretendemos, este ano, dar-lhe uma dimensão intergeracional e interinstitucional, juntando em clima de festa os mais novos e os mais velhos e quantos por diversas formas e movimentos se dedicam à nobre e gratificante causa da solidariedade", disse Virgílio Mendes Ardérius, presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UDIPSS) da Guarda, na conferência de imprensa em que o evento foi anunciado.

A festa começa no dia 28 de junho, às 20 horas, no Parque Urbano do Rio Diz, com a receção da Chama da Solidariedade que anda a circular pelo País. A chama será depois depositada no Largo da Sé Catedral, onde também vai ser entoado o Hino à Chama.

No dia seguinte estão previstas várias atividades desportivas, incluindo um jogo de futebol feminino. E como esta é uma festa solidária, para ao jogo será preciso entregar produtos alimentares, que serão distribuídos por instituições sociais do distrito. A Chama da Solidariedade saiu do Algarve no dia 20 de junho e passará por Setúbal, Lisboa, Leiria e Coimbra, antes de chegar à Guarda, no dia 28.

A primeira edição da Festa da Solidariedade teve lugar em Lisboa, passando depois por Braga, Famalicão, Viseu, Castelo Branco, Santarém e Faro.