Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Grande festa da Solidariedade na Guarda

Atualidade

  • 333

No dia 28 de junho, na cidade mais alta de Portugal começa uma festa solidária

De Faro, em 2012, para a Guarda, em 2013. A Festa da Solidariedade, que todos os anos se realiza numa zona diferente do País, já foi marcada para a cidade da Guarda, a 29 de junho, e a organização espera juntar cerca de três mil pessoas.

"Pretendemos, este ano, dar-lhe uma dimensão intergeracional e interinstitucional, juntando em clima de festa os mais novos e os mais velhos e quantos por diversas formas e movimentos se dedicam à nobre e gratificante causa da solidariedade", disse Virgílio Mendes Ardérius, presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UDIPSS) da Guarda, na conferência de imprensa em que o evento foi anunciado.

A festa começa no dia 28 de junho, às 20 horas, no Parque Urbano do Rio Diz, com a receção da Chama da Solidariedade que anda a circular pelo País. A chama será depois depositada no Largo da Sé Catedral, onde também vai ser entoado o Hino à Chama.

No dia seguinte estão previstas várias atividades desportivas, incluindo um jogo de futebol feminino. E como esta é uma festa solidária, para ao jogo será preciso entregar produtos alimentares, que serão distribuídos por instituições sociais do distrito. A Chama da Solidariedade saiu do Algarve no dia 20 de junho e passará por Setúbal, Lisboa, Leiria e Coimbra, antes de chegar à Guarda, no dia 28.

A primeira edição da Festa da Solidariedade teve lugar em Lisboa, passando depois por Braga, Famalicão, Viseu, Castelo Branco, Santarém e Faro.