Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Bolsas, peditórios e monumentos iluminados assinalam o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama

Atualidade

  • 333

Imagem de arquivo

Bruno Rascão

Várias associações assinalam a efeméride com iniciativas que alertam para a prevenção

A Associação Laço abre hoje as candidaturas a uma bolsa de investigação, no valor de 25 mil euros, que visa promover novas descobertas relativamente às causas do cancro da mama, assim como a descoberta dos mecanismos que desencadeiam o cancro da mama metastático, uma área pouco estudada, como salienta a Associação Laço.

Os membros do júri exercem funções importantes no campo da pesquisa biomédica em Portugal, como a presidente Maria Carmo-Fonseca, Directora no Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Directora da Harvard Medical School-Portugal Program e Visiting Professor em Harvard Medical School. 

As candidaturas serão aceites até ao dia 31 de janeiro do próximo ano. 

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) procura de voluntários para o peditório nacional que começa amanhã, 31, e se prolonga até domingo, 3.

A iniciativa, realizada anualmente pela LPCC, é a sua principal fonte de angariação de fundos, financiando ações de apoio ao doente, à investigação e formação, e de prevenção do cancro. 

Os voluntários podem inscrever-se no site da LPCC de acordo com a sua disponibilidade. 

Ao meio dia  de hoje, a LPCC vai lançar cinco mil balões cor-de-rosa em cinco cidades, Lisboa, Porto, Coimbra, Funchal e Angra do Heroísmo, como alerta para os 5 mil casos de cancro da mama que surgem, todos os anos, em Portugal. 

A Associação Mulheres Mastectomizadas Ame e Viva a Vida irá assinalar o dia de hoje com uma ação simbólica, em que o Padrão dos Descobrimentos (Lisboa) e o Cristo Rei (Almada) serão iluminados de cor-de-rosa, a cor associada à luta contra o cancro da mama.

"Estes monumentos foram escolhidos por terem maior visibilidade, mas também porque queremos unir as duas margens por uma só causa e uma só cor", explica, à VISÃO Solidária, uma das sócias fundadoras da associação, Maria José Gonçalves, antes de lançar o apelo: "gostávamos que as pessoas vestissem uma peça de roupa rosa e viessem ter connosco ao Padrão dos Descobrimentos. Juntos vamos mostrar a nossa força e como nunca desistimos de lutar". 

Comum a todas as associações é apelo pela prevenção, realizando consultas médicas regulares e fazendo o auto exame mamário em casa.