Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Associação Laço atribui bolsa a projeto que estuda a relação entre colesterol e cancro da mama

Atualidade

  • 333

O investigador Sérgio Dias, vencedor da bolsa da Laço e a presidente da associação, Lynne Archibald

Laço

A primeira bolsa de investigação da Laço, no valor de 25 mil euros, foi entregue a um projeto que estuda a relação entre colesterol e cancro da mama

A primeira bolsa de investigação na área do cancro da mama dada pela Associação Laço foi ontem entregue a um projeto que vai estudar a relação entre os níveis elevados de colesterol e o crescimento destes tumores.

"O que propomos estudar é se o colesterol elevado em doentes com cancro da mama recruta um tipo de células derivadas da medula óssea que suprime a resposta imune da doente a esse cancro", explicou à agência Lusa Sérgio Dias, do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina de Lisboa, responsável do projeto vencedor da bolsa.

O investigador lembra que os níveis elevados de colesterol já estão demonstrados como fator de risco para outras doenças, como as cardiovasculares, indicando que se pretende perceber se também terão efeito no crescimento ou desenvolvimento em doentes com cancro da mama.

As mulheres obesas ou com elevados níveis de colesterol LDL, por exemplo, têm tumores de maiores dimensões. O que poderá ser indicativo do papel do colesterol como fator de risco.

O júri que atribuiu o prémio ao líder da Unidade de Neo-vascularização do Instituto de Medicina Molecular foi presidido pelo médico e cientista Carlos Caldas, professor no Cancer Medicine da Universidade de Cambridge.  

A bolsa de investigação da Laço será atribuída anualmente e tem como objetivo incentivar novos trabalhos sobre o cancro da mama.