Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Dar vida às ruas

Ano da Cidadania

  • 333

Em nome de uma maior segurança rodoviária, a iniciativa pede um limite máximo de 30km/h nas aldeias e cidades de toda a UE. 

"Os limites de 30km/h são uma maneira barata e comum de melhorar a segurança, diminuir a poluição e encorajar escolhas de transporte mais acertadas. Eles levam a uma melhoria no fluxo do trânsito e menos congestionamento. As pessoas podem deslocar-se sem medo. Nós queremos atingir esses benefícios para toda a União Europeia", lê-se na página oficial da iniciativa, em pt.30kmh.eu. 

  Tudo começou quando Heike, um dos organizadores,  visitou o Parlamento Europeu em Bruxelas em 2011: o PE tinha acabado de aprovar por larga maioria o seu "Relatório sobre Segurança Rodoviária" - incluindo uma recomendação para os 30km/h como padrão para o limite de velocidade urbano em toda a UE.

Toda uma rede de organizações parceiras foi formada desde então, com grupos de pelo menos 13 países da UE. Entre eles há vários grupos pequenos bem como organizações mais vastas, redes de cidades, organizações de médicos, ativistas pela bicicleta, urbanistas, organizações ambientalistas. 

Mais de 200 mil pessoas já assinaram a petição, que quer chegar às 100 mil rubricas. Insistem os seus autores: "Somos todos determinantes para o futuro das nossas cidades."