Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Associação do Porto preveniu mil suicídios num ano

VISÃO Solidária

  • 333

José Carlos Carvalho

Além de uma linha de atendimento de prevenção do suicídio, a Associação Telefone da Amizade também dispõe de um endereço de email através do qual chegaram cerca de 400 pedidos de ajuda no ano passado

A Associação Telefone da Amizade (ATA) recebeu 693 pedidos de ajuda através do telefone no ano passado e respondeu a 409 emails com o objetivo de prevenir o suicídio.

A linha telefónica está disponível diariamente das 16h às 23h (228 323 535). O endereço de email, que garante igualmente o anonimato de quem procura ajuda, permitiu aumentar a ajuda prestada, recebendo pedidos de todo o território nacional.

"A introdução do 'e-mail' permitiu às pessoas poderem expressar-se melhor, pois nota-se que ficam mais soltas quando escrevem por comparação da conversa pelo telefone, em que a sensação de distância e anonimato diminui", explicou, em delcarações à agência Lusa, José Paulo Leal, responsável pelo projeto.

"Em Portugal, por ano, morrem cerca de 1 200 pessoas vítimas de suicídio, sendo a principal causa de morte na adolescência e ocorre, na maior parte dos casos, em pessoas que nos três meses anteriores tiveram consultas médicas", alertou o também docente n«do Departamento de Ciências de Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Esta organização portuense conta com 23 voluntários, a maioria deles formados em Piscologia, Economia e Direito, e conta com o apoio de instituições como a Fundação PT e a Fundação Alberto Canedo.