Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Com o "Pé na Rua" as crianças vão aprender a andarem em segurança

VISÃO Solidária

  • 333

Imagem de arquivo

Mário João

Os alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo de Leiria vão aprender a circular em segurança a pé com o programa "Pé na Rua", promovido pela autarquia

Lusa (com VM)

Segundo a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Leiria, Anabela Graça, o projeto vai ser "desenvolvido em todos os pré-escolares e 1.º ciclo". Os alunos irão aprender as regras básicas de como andar a pé na rua, tal como "atravessar a estrada".

"Serão aulas de prevenção rodoviária, com a segurança focada no peão. Todos os estabelecimentos já assumiram este projeto no seu plano de atividades e até dezembro todas as crianças de colégios e escolas públicas vão, uma manhã ou tarde aprender a andar na rua com o apoio de técnicos do Instituto da Mobilidade e dos Transportes", acrescentou Anabela Graça.

Também a escola de trânsito, inaugurada este ano na Ortigosa, em Leiria, vai ganhar "um novo impulso". A vereadora revelou que todos os alunos do 2.º ano vão também aderir a este projeto, como forma de "rentabilizar o investimento", no âmbito do Roteiro dos Pequenos Condutores.

O projeto da escola de trânsito foi lançado por um anterior executivo da Câmara de Leiria, em 2009, mas nunca chegou a funcionar "por falta de equipamentos" e porque "não foi planeada pedagogicamente", explicou na altura à agência Lusa a vereadora da Educação, Anabela Graça.

"Pretendemos que esta escola de trânsito não tenha só atividades relacionadas com os objetivos para a qual foi concebida, que é proporcionar a educação, prevenção e segurança rodoviária, possibilitando o conhecimento de sinais e regras de trânsito e adquirir a componente cívica na circulação rodoviária", disse Anabela Graça.

Dirigido aos alunos do 1.º ciclo, as crianças podem ter experiências ligadas à segurança rodoviária, mas também a "atividades associadas à promoção do património cultural e etnográfico, com visitas ao Agromuseu Municipal Dona Julinha, aos Bombeiros Voluntários da Ortigosa e ao Centro Equestre Francisco Alcaide".