Funchal, 21 jul (Lusa) -- O homem suspeito da prática de um crime de incêndio florestal no concelho de São Vicente, Madeira, vai aguardar julgamento em liberdade condicionada a apresentações diárias às autoridades, disse hoje à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária.

"O arguido ficou com apresentações diárias no posto policial da área residência, neste caso a PSP de São Vicente", adiantou a mesma fonte, explicando que o suspeito, presente hoje a tribunal, está indiciado da prática de um crime de incêndio florestal cometido na quarta-feira naquele concelho.

O presumível autor do crime, de 50 anos, foi detido no final do dia de sexta-feira pelo Departamento de Investigação Criminal do Funchal da Polícia Judiciária, que prossegue as investigações nesta área.