Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imobiliária quer resolver o problema de haver zonas com mais procura do que oferta de casas

Imobiliário

O gupo Era Portugal faz parcerias com promotores para criar oferta "onde existe efetivamente procura"

Marisa Antunes

Em Portugal, há mais de 400 mil casas devolutas, mas onde há efetivamente procura a oferta de imóveis escasseia. Foi a pensar nesta procura e no regresso dos portugueses às compras imobiliárias que o grupo ERA Portugal resolveu criar parcerias com vários promotores e lançar o programa Obra Nova ERA, uma iniciativa apresentada oficialmente no Salão Imobiliário de Portugal (SIL), que hoje decorre na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações.

"Este programa parte da nossa base de dados onde estão registados mais de 100 mil potenciais clientes que não encontram as casas que procuram porque a oferta de imóveis que existe atualmente no mercado não é suficiente. E disponibilizámos esses dados aos promotores com quem estabelecemos parcerias e que assim percebem exatamente, freguesia a freguesia, qual a procura que efetivamente existe no mercado, a nível nacional", explica à Visão Imobiliário, João Pedro Pereira, membro da comissão executiva da ERA.

O responsável realça ainda que esta nova unidade de negócios está direcionada para os segmentos da classe média, média alta e alta. "Temos mais de 2000 consultores especializados nas suas respectivas zonas e que sabem quais são as oportunidades para os investidores que querem apostar na construção nova ou na reabilitação".

Ontem à tarde, a ERA apresentou no SIL seis novos empreendimentos integrados na "Obra Nova ERA", em regiões como Lisboa e São Martinho do Porto.

Do Valrio, no Parque das Nações, com 155 habitações (de tipologias T1 a T4), passando pelo Oásis 24, no Saldanha, com 61 apartamentos (e preços desde 260.000 euros) até ao empreendimento Mangues, em São Martinho do Porto, com preços desde 190.000 euros, são várias as opções disponíveis.

No SIL, a ERA conta ainda com mais de 54 mil imóveis para comercialização.