Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

489 casas vendidas todos os dias

Imobiliário

Jose Carlos Carvalho

Em 2018, foram transacionadas 178 691 habitações: um ritmo de quase 500 por dia. Quase metade vendeu-se em Lisboa, mas os maiores crescimentos registaram-se na região Norte e no Alentejo

Marisa Antunes

No ano passado, foram transacionadas 489 casas por dia, em média, ou seja, para um total 178 691 habitações, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). Comparativamente ao ano anterior, venderam-se mais 25 399 habitações, correspondendo a um aumento de 16,6% face ao ano anterior.

Em termos gerais, o aumento dos preços - o Índice de Preços da Habitação (IPHab) - "registou uma variação média anual de 10,3%, mais 1,1 pontos percentuais (p.p.) que a registada em 2017", refere o comunicado do INE.

A análise mostra ainda que o aumento médio anual dos preços das habitações existentes (11%) em 2018 continuou a superar o das habitações novas (7,5%).

Entre as transações realizadas, 85,2% respeitaram a alojamentos existentes (mais 0,7% que no ano anterior).

"O valor das transações de alojamentos totalizou 24,1 mil milhões de euros em 2018, mais 24,4% do que em 2017", aponta ainda o INE.

As transações realizadas na Área Metropolitana de Lisboa e na região Norte representaram 64,6% do total em 2018, mais 0,3% que em 2017. A Área Metropolitana de Lisboa concentrou 48% do valor das transações realizadas em Portugal no último ano. Mesmo assim, e pela primeira vez desde 2013, esta região registou uma redução do seu peso relativo no valor total das vendas de habitações (-0,2%).

Por seu turno, a região Norte, com uma quota relativa de 23,5%, atingiu a sua maior percentagem desde 2013 tendo sido, a par do Alentejo (+0,1%), as únicas a apresentar aumentos nos respetivos pesos relativos. Como em 2017, a região do Algarve, do Centro e a Região Autónoma da Madeira continuaram a evidenciar reduções nas quotas relativas do valor das transações realizadas em 2018 (-0,5%, -0,1%. e -0,1%., respetivamente).