Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empresa dos Passadiços do Paiva no Mercado do Bolhão

Imobiliário

Direitos Reservados

Carmo Wood integrou a 'pool' de empresas que está a recuperar o espaço emblemático do Porto. O equipamento tem conclusão prevista para maio do próximo ano

Vai ser um dos locais estruturantes para o turismo da cidade do Porto e tem a sua conclusão prevista para o próximo ano. O emblemático Mercado do Bolhão está em obras desde maio do ano passado e hoje foi feito o anúncio da participação de mais uma empresa - a Carmo Wood, especializada em madeira tratada - para a sua reabilitação.

A empresa, que foi responsável por obras que se destacaram como os Passadiços de Paiva ou a passerelle de 600 metros do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa, foi escolhida pela câmara municipal do Porto para a reparação, reforço e consolidação de todo o madeiramento da cobertura, limpeza e tratamento dos elementos existentes, assim como a substituição de elementos degradados, uma intervenção orçada em um milhão de euros.

A Carmo Wood vem complementar uma obra, recorde-se, que foi adjudicada às construtoras Lucios e Alberto Couto Alves, SA, por cerca de 22,3 milhões de euros.

O mercado do Bolhão está classificado como Monumento de Interesse Público desde 2013. Durante o decurso das obras, cerca de 80 lojistas foram instalados no Mercado Temporário do Bolhão(MTB) a funcionar em 5.600 metros quadrados do piso -1 do Centro Comercial La Vie, situado na mesma rua do centro do Porto.

De acordo com informações divulgadas pela câmara do Porto, dos 140 comerciantes do Bolhão, 100 manifestaram vontade de regressar ao edifício original após a recuperação (destes, 82 ficam no MTB). Os restantes 40 optaram por cessar a atividade com as obras do Bolhão.

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA