Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O que vai fazer a Sonae em Santa Apolónia

Imobiliário

José Carlos Carvalho

A Sonae Capital venceu a corrida para a instalação e exploração de um hotel no edifício da histórica estação ferroviária de Santa Apolónia, em Lisboa

A unidade hoteleira de quatro estrelas vai ocupar uma área total de nove mil metros quadrados, terá 120 quartos e a sua abertura está prevista para o primeiro semestre de 2021, marcando a entrada do grupo Sonae no apetecível mercado hoteleiro da capital.

“Esta oportunidade permitirá à Sonae Capital iniciar a sua presença na cidade de Lisboa, o maior destino turístico de Portugal, através de uma operação localizada numa zona central e de elevado potencial”, referiu a empresa, em comunicado divulgado na semana passada.

Recorde-se que a Área Metropolitana de Lisboa recebeu quase 5,4 milhões de hóspedes, até ao final de outubro de 2018, uma fatia de cerca de 30% do total nacional, sendo responsável por proveitos globais de 1 003 milhões de euros (31% das receitas totais do País).

O modelo de concurso prevê que o investimento seja efetuado pelo subconcessionário, sendo estimado em, aproximadamente, 12 milhões de euros. O período da subconcessão previsto é de 35 anos, encontrando-se os dois primeiros anos isentos do pagamento de rendas. Atualmente, o negócio de Hotelaria da Sonae Capital conta com cinco unidades hoteleiras em exploração, das quais três no Porto (Porto Palácio Hotel, The House Ribeira Hotel e The Artist Porto Hotel & Bistro) e duas em Troia (Aqualuz Troia e Troia Residence).