Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Massimo Forte

Massimo Forte

IMOBILIÁRIO

Como será o agente imobiliário do futuro?

Imobiliário

Massimo Forte

Será que como muitos defendem, a tecnologia vai acabar com esta profissão? Será que uma das profissões mais antigas do mundo vai terminar, ou simplesmente tem nas mudanças vindouras uma nova oportunidade de se adaptar?

Este início de ano está a ser marcado por uma agitação constante na área da mediação imobiliária, alguns profissionais começaram a acumular ansiedade sobre o futuro, outros começaram já a poupar recursos e dinheiro, pois temem instabilidade, mas há ainda outros tantos que se mantêm descontraídos e pensam que não se vai passar nada.

Falo todos os dias sobre este assunto e oiço as mais diversas opiniões, a maior parte delas fundamentadas em projeções, outras, no passado. O que é facto é que as mudanças são uma inevitabilidade, o que não sabemos ainda é o que é que afinal vai mudar, ou está já em mudança na mediação imobiliária?

Será que como muitos defendem, a tecnologia vai acabar com esta profissão? Será que uma das profissões mais antigas do mundo vai terminar, ou simplesmente tem nas mudanças vindouras uma nova oportunidade de se adaptar?

Num dos meus encontros com profissionais do setor, falámos sobre este assunto e trocámos impressões, não só nossas, mas principalmente dos grandes players mundiais do nosso setor, que com base em case studies mais conhecidos como a UBER, Tesla, Airbnb ou Amazon, começam a olhar de outra forma para realidades já presentes no mercado da mediação imobiliária como a Compass, Redifin, Purplebricks ou Opendoors, apenas para referir algumas. Será que são estas as empresas que serão o futuro da mediação imobiliária? E se forem, para quando?

As conclusões geradas foram 4 grandes hipóteses evolutivas em que muitas pessoas acreditam:

TECONOLOGIA TOTAL

Há pessoas que acreditam perfeitamente na desintermediação imobiliária e na substituição do Agente Imobiliário pela tecnologia, possivelmente uma substituição apoiada por uma APP munida de inteligência artificial, capaz de reproduzir linguagem emocional e que sozinha conseguirá juntar vendedores com comparadores.

APENAS PRECISAMOS DE QUEM MOSTRE

Outras pessoas acreditam que a tecnologia fará grande parte do trabalho, sendo a única intervenção humana reservada para a visita ao imóvel. O Agente Imobiliário irá apenas abrir a porta e perguntar se pretende fazer uma proposta de compra ao imóvel, isto porque se considera que o processo de propostas e fecho será todo feito através de uma App. Aqui o Agente não irá desaparecer totalmente, mas a sua remuneração baixará drasticamente, possivelmente para valores entre os 0,5% a 1%.

TUDO VAI FICAR COMO ANTES

Esta classe de crentes, que possivelmente não quer ver o que está a acontecer porque estão agarradas ao passado e à sua área de conforto, acham que tudo se vai manter na mesma, até porque as pessoas só fazem negócio com pessoas e não precisam da tecnologia para nada. Pois, a verdade de uns pode não ser a verdade de outros…

O PROFISSIONAL HUMANO E TECNOLÓGICO

Outras tantas pessoas acreditam na junção entre máquinas e IA ou Inteligência Artificial e profissionais, ou seja, na incorporação da tecnologia a sistemas e modelos de trabalho e negócio onde existe um ser humano tem uma posição muito importante concentrada na parte humana do processo, como por exemplo o aconselhamento baseado na parte sensorial, emocional e criativa em que a tecnologia terá um papel fundamental para ajudar este profissional a tornar todo o processo mais personalizado, mais célere, mais transparente e por isso mais vantajoso para todas as partes.

Eu acredito que a mediação vai mudar como sempre mudou ao longo dos tempos, acredito que todas estas hipóteses podem existir, mas a escolha final da que mais predominará será sempre das pessoas.

E você? Em qual acredita?

Massimo Forte

Massimo Forte

IMOBILIÁRIO

A viver em Lisboa e a trabalhar em Portugal, Espanha e Itália, Massimo Forte é antes de mais um Italiano de Milão apaixonado pela área do imobiliário. Licenciado em Gestão Imobiliária pela ESAI e pós-graduado em Branding e Gestão de Imagem pela Universidade Europeia, Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística) pela PNL Portugal. Uma das suas atividades principais é a formação na área comportamental e técnica. É igualmente consultor independente para a área da Mediação Imobiliária. É Professor Convidado na cadeira de Mediação Imobiliária na ESAI (Escola Superior de Atividades Imobiliárias). Ao longo dos seus vinte anos de experiência passou por todas as fases deste negócio, tanto como Comercial, como Gestor de Equipas e como Diretor de Operações. Foi Consultor e Coordenador na SAM – Square Asset Management para a área comercial, no canal de Mediação Imobiliária. É autor de vários livros.