Lisboa, 21 set (Lusa) -- A ex-ministra da Saúde Ana Jorge teme que os utentes carenciados com direito a receber a vacina contra a gripe de forma gratuita possam estar a começar a comprá-la devido à falta de uma campanha de informação.

Contactada pela Lusa, a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde anunciou que a campanha de divulgação arrancará na primeira semana de outubro.

No ano passado, o Ministério da Saúde acabou por não gastar as mais de 300 mil doses de vacinas contra a gripe sazonal destinadas a utentes carenciados porque a informação chegou tarde às pessoas.