A greve dos trabalhadores da CP levou hoje à supressão de 65 % dos comboios no país, tendo-se efetuado os restantes 35 % devido ao cumprimento dos serviços mínimos, informou à agência Lusa fonte da CP.

De acordo com dados oficiais da CP, desde a meia-noite, quando se iniciou a greve, até às 08:00 foi possível efetuar 35 por cento do total de circulações, uma vez que todos os serviços mínimos foram cumpridos integralmente de norte a sul do país.

Os comboios mais afetados pela paralisação foram os regionais e interregionais, precisou Bruno Martins do gabinete de comunicação da CP.