A greve dos trabalhadores da NAV, empresa responsável pela gestão do espaço aéreo, poderá afetar 2.646 voos e quase 400 mil passageiros, segundo dados divulgados hoje pela ANA - Aeroportos de Portugal.

"Consolidados os valores apresentados pelos aeroportos geridos pela ANA (Lisboa, Porto Faro e Açores), o cenário mais penalizante consistiria no cancelamento de 2.469 movimentos, correspondendo a 377.033 passageiros", afirma a gestora aeroportuária, numa nota divulgada hoje.

A estes valores há que somar os possíveis impactos nos Aeroportos da Madeira, geridos pela ANAM, onde, durante a greve dos trabalhadores da NAV, "serão previsivelmente afetados 177 movimentos de aeronaves e 19.828 passageiros".

 

TAP cancela dezenas de voos

A greve dos trabalhadores da NAV, empresa responsável pela gestão do espaço aéreo, poderá afetar 156 mil passageiros da TAP, disse à Lusa fonte oficial da TAP.

Este número, explicou a mesma fonte, diz respeito ao total de passageiros que tem reservas na TAP durante o período da greve.

A companhia aérea está a reprogramar a sua operação, "alterando os horários dos voos para antes ou depois" dos períodos de greve anunciados, de acordo com uma informação disponível na página da TAP na internet.

Os períodos de greve dos trabalhadores da NAV decorrem das 06h00 às 12h00 e das 18h00 às 22h00, nos dias 29 e 30 de junho e das 06h00 às 12h00 e das 17h00 às 21h00, nos dias 1, 2 e 3 de julho.

 

SAIBA MAIS:

Conheça os períodos de greve

Verifique a lista de alterações e cancelamentos dos voos TAP