Lisboa, 16 jul (lusa) - O Ministério Público (MP) pediu hoje a absolvição dos dois arguidos do caso Freeport, Charles Smith e Manuel Pedro, considerando que durante o julgamento não ficaram provados os factos que lhes eram imputados.

Os dois ex-sócios da empresa de consultoria 'Smith e Pedro' estavam acusados de tentativa de extorsão.

O processo Freeport teve origem em alegadas ilegalidades na alteração da Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo (ZPET) para a construção daquele centro comercial.