"Graças aos seus sistemas de detecção o submarino poderá ajudar a recuperar as caixa negras", disse o ministro francês da Defesa, Hervé Morin aos jornalistas, numa altura em que, ao contrário do anteriormente anunciado pelas autoridades brasileiras, os destroços do Airbus A330 ainda não foram localizados.

O ministro francês reiterou que a hipótese de um atentado terrorista não pode ainda ser colocada de parte como motivo do desaparecimento do avião. "Não há qulquer elemento ou pista que nos permita afirmar essa hipótese, mas a investigação em curso nunca excluiu a possibilidade (de um atentado), porque a principal ameaça dos dias de hoje contra as democracias é o terrorismo", adiantou Hervé Morin.