Figueira da Foz, 28 jul (Lusa) - A construção, em curso, de um parque de estacionamento na zona ribeirinha da Figueira da Foz esbarrou na estrutura do antigo molhe do quebra-mar, e o projeto inicial terá de ser alterado, disse fonte camarária.

Em causa está a descoberta de parte do paredão que defendia aquela zona da cidade das investidas do mar - junto ao forte de Santa Catarina e ao adjacente Ténis Club - e onde se situava, até meados do século XX, a barra do rio Mondego.

"É factual. Houve uma parte daquela zona que não foi identificada [no projeto], temos mantido contactos com a equipa de projetistas que está a analisar a situação", disse à agência Lusa Carlos Monteiro, o vice-presidente da autarquia que detém o pelouro das Obras Municipais.