O tricampeão nacional marcou primeiro, por intermédio do argentino Ernesto Farias, aos quatro minutos, mas a equipa anfitriã deu a volta ao resultado ainda antes do intervalo, com golos de Rui Varela (34) e Anselmo (42).

O FC Porto capitalizou a vantagem de dois golos (2-0) obtida na primeira mão, no Estádio do Dragão, graças aos remates certeiros do argentino Lucho González e de Raul Meireles, e apurou-se para a final da competição, que se disputa a 31 de Maio, no Estádio do Jamor.

O clube portuense vai encontrar no jogo decisivo o Paços de Ferreira, que hoje se impôs por 3-2 no reduto do Nacional da Madeira, depois de as duas equipas terem empatado 2-2 na primeira mão.

Os pacenses abriram as "portas" da UEFA, tendo chegado rapidamente a uma vantagem de 2-0, com tentos de Pedrinha, aos 15 minutos, na marcação de uma grande penalidade, e de Rui Miguel, aos 20.

O Nacional anulou a desvantagem, com golos de Luís Alberto, aos 39 minutos, e Mateus, aos 47, mas novo castigo máximo, convertido por Pedrinha no primeiro minuto de compensação, colocou o Paços de Ferreira na final.