Mãe de dois filhos, esta canadiana de 40 anos decidiu fazer uma sessão fotográfica para comemorar a vitória sobre um cancro da mama depois de se ter submetido a uma mastectomia. Joanne Jackson quis depois partilhar o resultado, mas o Facebook não permitiu e ainda a avisou de que mais "abusos" resultarão no encerramento na sua conta na rede social.

Em causa estão fotografias que mostram as cicatrizes das cirurgias a que Joanne se submeteu e que a deixaram sem o seio direito. O Facebook considerou-as "nudez" e, por isso, proibiu-as, deixando a moradora de Thornhill muito irritada.

"Decidi que não ia deixar de viver a minha vida. [O cancro] não ia definir quem sou e não me fez menos atraente enquanto mulher", explica, em declarações ao Daily Mail. "Não há nada explícito ou pornográfico nessas fotos", garante, adiantando que a sua ideia era poder servir de "inspiração" para outras pessoas.