Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Hong Kong: Vibrante e Veloz

A Ásia no Horizonte

Um dos destinos mais ecléticos e cosmopolitas da Ásia, Hong Kong é conhecida por ser um importante hub financeiro. O seu espírito dinâmico, a sua capacidade de se reinventar, a sua abertura para o exterior e a extraordinária velocidade a que todas as coisas acontecem, tornam-na um dos lugares mais atrativos para startups, empreendedores e inovadores.

TiN Brand Studio

William C. Y. Chu

Situada no sul da China, junto ao estuário do rio Zhu Jiang, esta antiga colónia britânica é uma selva de betão diferente de todas as outras, onde a imponente escala de intermináveis arranha-céus convive bem com os espaços verdes que cobrem ¾ da superfície da cidade.
Em pouco mais de meio século, Hong Kong cresceu a um ritmo vertiginoso. Não é por acaso que frequentemente a comparam com Manhattan. Trata-se da cidade com mais arranha-céus do planeta, e uma das regiões mais densamente povoadas do mundo (são 7 milhões de habitantes em 1105 km2). A maioria dos habitantes de Hong Kong vive em apartamentos pequenos, diminutas janelinhas em prédios de mais de cem andares, a perder de vista, o que explica a sua afeição pelas refeições fora de casa (e a quantidade de restaurantes na cidade – são mais de 11 mil – para todos os bolsos).

Veloz e movimentada, Hong Kong é uma cidade em permanente ebulição. É mundialmente famosa por ser uma das capitais do luxo, com todas as grandes griffes internacionais a marcarem presença nas suas ruas ou centros comerciais. Mas como boa cidade Asiática, é igualmente possível encontrar pechinchas nos seus mercados tradicionais, como o mercado noturno de Temple Street. E são conhecidas as suas modernas galerias de arte, os seus parques cheios de árvores, e os fabulosos hotéis de cinco estrelas, sumptuosos palcos da vida social da cidade.
Fazendo parte da China, Hong Kong não é exatamente a China. É importante perceber a diferença, garante quem conhece bem a cidade. E isso também se nota na maneira de fazer negócios, uma mescla entre a influência britânica e a identidade chinesa, temperada com uma vocação internacional. Embora o inglês seja a língua dos negócios por excelência (o inglês e o chinês são as duas línguas oficiais de Hong Kong), cai bem introduzir, numa conversa, alguns termos em Chinês (ver caixa).
Há muito tempo que Hong Kong é reconhecida como um dos centros financeiros mais importantes do planeta. Mais recentemente, tem-se destacado, graças ao seu pioneirismo e espírito inovador, como lugar de eleição para empresas tecnológicas que se concentram em Cyberport, um complexo desenhado à medida, no sul da ilha, acolher as empresas da Era Digital. Também os criativos, dos mundos da moda, da arte e do design, encontraram o seu lugar ao sol em Hong Kong (uma cidade bastante instável em termos de clima, por sinal) na antiga zona industrial de Wong Chuck Hang. Toda uma paisagem, variada e emocionante, à espera de ser desvendada.