Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Não há sinais de Brexit no Lisbon Bar Show

Exame

O Convento do Beato volta a ser palco do Lisbon Bar Show em 2019

O maior evento de cocktails do País regressa ao Convento do Beato nos dias 14 e 15 de maio com o Reino Unido como país convidado

A sexta edição do Lisbon Bar Show chega a Lisboa com mais de 100 expositores e com uma audiência esperada de sete mil pessoas. Aquele que já é considerado um evento de referência no setor da hospitalidade traz este ano nomes como Joe Schofield, considerado “Barman Internacional do Ano” nos Tales of The Cocktail Spirited Awards e “Bartender's Bartender” no The World's 50 Best Bars em 2018, David Cordoba (também conhecido como Mr. Daiquiri) ou Leo Robitschek, que vem do NoMad Bar em NYC.

O Reino Unido é o país convidado desta edição, "não por provocação ao Brexit, apesar de muita gente achar que sim, mas porque é um país muito bom na área", afirma com uma gargalhada Alberto Pires, numa conversa telefónica com a EXAME.

Durante dois dias vai ser possível assistir a conferências, provar cocktails, conhecer as novidades do setor e privar com alguns dos mais importantes nomes no setor da restauração e dos bares. “Isto não é um evento sobre álcool, é um evento sobre hospitalidade”, realça Pires. O investimento feito no evento, cerca de um milhão de euros, é assumido pelo empresário na totalidade, que espera, no entanto, conseguir ter patrocínios já a partir do próximo ano. “O Lisbon Bar Show já é conhecido, tem tido um crescimento sustentado, tem mostrado que é um evento com qualidade. Creio que para o ano já poderemos tentar os apoios, para conseguirmos pensar no projeto mais tranquilos”, refere o criador do projeto que já trouxe a Lisboa representantes dos melhores bares do mundo e que é assumidamente uma iniciativa para o setor das bebidas. Para Pires, era óbvio que em Portugal se fazia alguma da melhor coquetelaria do mundo, embora faltasse exposição e partilha de experiências. Atualmente, há já vários produtores e exportadores a aguardar pelo Lisbon Bar Show para apresentar ao mercado nacional as novidades, o que para o responsável é um sinal claro da importância crescente do evento.

Este ano há instituições como o Dandelyan (Londres), o Manhattan (Singapura) ou o The NoMad (NYC) a marcar presença, tal como vários outros nomes ligados ao serviço, como é o caso de Veronica di Pietrantonio, Enza de Luca ou Maura Milia. “Há cada vez mais mulheres a trabalhar num mundo predominantemente masculino e isso nota-se aqui. Nós escolhemos os melhores, e este ano entre os melhores há várias mulheres”, sublinha ainda Pires.

Na sexta edição do Lisbon Bar Show vai haver “várias novidades, especialmente durante o primeiro dia”, que passam sobretudo por momentos de animação que ainda não podem ser revelados. Os chefs a cargo dos show-cooking são os estrelados Rui Paula e João Oliveira, “um do norte e outro do sul para que não haja problemas”, atira o promotor em jeito de brincadeira.

“Não creio que haja muita margem para o Lisbon Bar Show crescer, porque afinal Portugal não é um mercado enorme. Mas há margem para o tornar cada vez melhor e é isso que vamos continuar a tentar fazer”, conclui Alberto Pires.

Apesar de ser uma iniciativa dirigida aos profissionais, todas as pessoas podem participar. Os bilhetes já estão à venda, e dão acesso a todos os espaços do certame e a todas as bebidas em exposição. As refeições, disponíveis na praça de alimentação, são pagas à parte.

Notícia atualizada a 10 de maio às 9h20 para corrigir o nome de alguns oradores