Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Indústria portuguesa vai competir na "Champions" do sector

Exame

As empresas da indústria portuguesa vão concorrer pela primeira vez aos prémios Industrial Excellence Award, que distinguem a melhor gestão no sector, a nível europeu.

Tiago Freire

Tiago Freire

DIRETOR DA EXAME

O Industrial Excellence Award é o prémio de referência na gestão industrial na Europa, mas agora é a vez de Portugal entrar no campo de jogo. A partir de Novembro, as empresas portuguesas podem candidatar-se a este prémio, que existe há mais de 20 anos.

A iniciativa partiu da COTEC Portugal e da escola de negócios AESE, que fizeram uma parceria com a espanhola IESE, habituada a avaliar projetos industriais para este prémio, no país vizinho.

Numa primeira fase, as candidaturas portuguesas serão avaliadas por estas três entidades, que escolherão cinco finalistas. De seguida, serão feitas visitas a estas empresas, para se selecionar um vencedor nacional. Será esse que representará Portugal na corrida ao Industrial Excellence Award, que conta com empresas de Espanha, França, Alemanha, Itália, Holanda, Turquia, Suíça e Reino Unido.

O vencedor, designado Champion, é escolhido por um painel de jurados académicos, com base numa apresentação de 30 minutos realizada por cada um dos finalistas.

"Isto é como a Champions League da gestão industrial", afirmou à EXAME Eduardo Calvo, professor da IESE Business School, entidade promotora do prémio a nível ibérico. As vantagens para as empresas que concorram são "a exposição, o reconhecimento e o prestígio que traz; a massa crítica que se ganha, por se entrar numa rede e numa comunidade que assenta na partilha do conhecimento e das melhores práticas; e o feedback de especialistas, conhecedores de muitas empresas diferentes, sobre as práticas de quem concorre".

Isabel Furtado, presidente da COTEC Portugal, salienta que "este é um desafio muito interessante para as empresas portuguesas, poderem comparar-se com as melhores da Europa, até porque há por cá muitos bons exemplos". A responsável lembrou o papel que a COTEC desempenha no âmbito da implementação da Indústria 4.0 em Portugal e salientou "o processo de reindustrialização que está em curso na Europa, algo que não era visto há muito, agora que finalmente todos concordam que é na indústria que está muito valor acrescentado". Palavras secundadas por Jorge Portugal, diretor-geral da COTEC Portugal, que frisou que é importante distinguir as boas práticas mas também ajudar a disseminá-las, com os pares aprendendo em conjunto uns com os outros.

Jorge Ribeirinho Machado, professor da AESE Business School, saudou a iniciativa como uma boa oportunidade de aproximação da academia à realidade empresarial, permitindo estudar e construir casos de estudo com base nas melhores empresas portuguesas da área industrial.

O que será avaliado neste prémio não são os produtos fabricados mas sim os processos de gestão das empresas industriais.

A nível europeu o prémio é promovido pelo INSEAD e pela HEC Paris, em França, e pela WHU – Otto Beisheim School of Management, na Alemanha. Nos restantes países, o prémio é organizado por instituições de prestígio, incluindo a Cambridge Business School e a Universidade de Bocconi.

As inscrições começam a 1 de Novembro e duram até 31 de Janeiro de 2019, estando já disponíveis os formulários.

Mais informação sobre a candidatura a este prémio pode ser acedida aqui.