Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

As novidades da Apple: Do iPhone "mais avançado de sempre" ao Apple Watch que faz eletrocardiogramas

Exame

Três novas versões do iPhone (Xs, Xs Max e Xr) elevam o iPhone "a um novo patamar", com um processador mais avançado e ecrãs ainda maiores e mais protegidos e novas funcionalidades de fotografia. Entre as funcionalidades do novo Apple Watch estão a possibilidade de fazer eletrocardiogramas e detetar quedas do utilizador.

Três novas versões doiPhone X com processadores mais avançados e uma nova geração de Apple Watch com novas funcionalidades - como um detetor de quedas que avisa os serviços de emergência ou a possibilidade de fazer um eletrocardiograma a partir do pulso -, fazem parte dos lançamentos anunciados esta quarta-feira pela Apple em Cupertino, Califórnia, nos Estados Unidos.

A Apple anunciou o iPhone mais avançado já criado até ao momento, que leva o iPhone X a "um novo patamar". São duas versões, o iPhone Xs (ecrã com 2,7 milhões de pixéis) e o iPhone Xs Max com o "maior display de sempre" (6,5 polegadas e 3,3 milhões de pixeis), indicado para cinema ou consultar mapas.

No coração do aparelho está um novo processador, o A12 Bionic - "o mais rápido de sempre num smartphone" -, com velocidade da GPU 50% superior à versão anterior, e uma versão atualizada do Neural Engine (para assegurar as tarefas de inteligência artificial) que consegue realizar 5 biliões de operações por segundo, contra as anteriores 600 mil milhões de operações.

A bateria do iPhone Xs terá uma autonomia em meia hora superior à do iPhone X e a versão iPhone Xs Max será uma hora e meia superior.

Entre as funcionalidades reveladas por Phil Schiller, vice-presidente de marketing, está ainda uma identificação de face mais rápida, a melhoria no som stereo. O ecrã está coberto com o vidro "mais resistente de sempre num smartphone," além de proteção contra líquidos que mantém o telefone protegido durante 30 minutos à profundidade de 2 metros.

O iPhone Xs vem equipado com uma câmara frontal de 7MP e duas traseiras de 12 MP cada, e está capacitado para fazer um bilião de operações em cada foto, além de vir equipado com a nova funcionalidade Smart HDR que garante uma fotografia com ainda mais cores e detalhes. O novo processador permite ainda mudar a profundidade de campo de uma foto já depois de ela ser capturada.

O iPhone Xs está disponível a partir de 999 dólares e o Xs Max a partir de 1 099 dólares. Ambas têm disponíveis três capacidades de armazenamento: 64GB, 256GB e 512GB. Podem ser encomendados a partir de sexta-feira e Portugal está incluído nos primeiros países abrangidos.

Outra das novidades da tarde foi o iPhone Xr, com o ecrã LCD "mais avançado de qualquer smartphone", Liquid Retina, com 6,1 polegadas e 1,4 milhões de pixéis. A versão vem também equipada com o processador A12 Bionic, que permite uma "experiência de iPhone num display LCD."

A câmara traseira - apenas uma - tem 12 mp - apresenta a mesma tecnologia Smart HDR que o iPhone Xs e Xs Max. O preço começa nos 749 dólares e está disponível a partir de 26 de outubro nas versões 64GB, 128GB e 256GB.

No Apple Watch a novidade foi a série 4, um dispositivo redesenhado com um novo display arredondado e um ecrã maior em mais de 30%, mas ainda assim mais fino e com menos volume que a série anterior. Além de novas aplicações, o altifalante foi redesenhado e o microfone reposicionado e a coroa também aperfeiçoada.

Mas entre as maiores inovações está a instalação de eléctrodos no verso que permitem ao Apple Watch fazer um eletrocardiograma ao utilizador e transmiti-lo ao médico, além de uma nova funcionalidade que deteta a queda do utilizador. Quando tal acontece, o Apple Watch pode apresentar um alerta e um botão para ligar à emergência. Se o utilizador não responder num período de tempo o telefone pode estabelecer a chamada.

Para Jeff Williams, chief operating officer da Apple que apresentou as funcionalidades, o Apple Watch "tornou-se um guardião inteligente para a saúde," além das funções de apoio à prática de desporto e de ligação permanente à internet. A bateria do aparelho, apesar das funcionalidades acrescidas, mantém a mesma autonomia da série anterior.

A série 4 GPS (a começar em 399 dólares) está disponível numa primeira fase em 26 mercados (incluindo Portugal) e a versão celular (a começar em 499 dólares) em 16 mercados. As encomendas podem ser feitas a partir de sexta-feira.

O CEO Tim Cook anunciou ainda que vai alcançar os 2 mil milhões de dispositivos com o sistema operativo da marca (iOs) e que atingiu mais de 500 milhões de visitantes por ano nas lojas da Apple em todo o mundo.

Já Lisa Jackson, vice-presidente para o ambiente, disse que a Apple está agora a usar 100% energias renováveis. "Esperamos um dia eliminar a nossa necessidade de minerar materiais da Terra," afirmou, dizendo que a empresa quer que os produtos durem mais e sejam adequadamente reciclados e que os materiais sejam obtidos de forma responsável.