Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Dona da Fidelidade de olho na Ageas Seguros

Exame

Guo Guangchang, líder do grupo Fosun

Luis Barra

A Fosun estará a estudar a compra da totalidade ou de partes da Ageas Seguros, a dona da Médis e da Ocidental.

A dona da Fidelidade e maior acionista do Millennium BCP está a estudar alternativas de negócio para aumentar a sua participação de 3% na Ageas Seguros – a empresa que, em Portugal, detém a Ocidental, a Médis e a Ageas. Segundo informações avançadas pela Bloomberg, a companhia liderada por Guo Guangchang poderá dividir com um outro comprador a empresa sediada na Bélgica ou aumentar a sua atual participação.

Segundo fontes próximas do processo citadas pela mesma agência de informação, ainda não há qualquer decisão tomada e a Fosun pode mesmo desistir do negócio.

O interesse da companhia chinesa prende-se ainda com o facto de a Ageas operar em vários mercados asiáticos, nomeadamente na Índia, Tailândia, Filipinas, Laos, Cambodja, Singapura e na China.

Uma operação desta envergadura terá que passar pela apertada malha dos reguladores, uma vez que a Fosun já tem presença significativa no ramo dos seguros na Bélgica (como em Portugal), o que deverá levantar questões de concorrência. Recorde-se que os principais investimentos da Fosun fora da China têm sido no ramo segurador.

Em Portugal, a companhia assumiu o controlo da Fidelidade, seguradora que pertencia à Caixa Geral de Depósitos, em 2014, num negócio avaliado em 1,6 mil milhões de euros, e no ano seguinte comprou a americana Ironshore por cerca de 2 mil milhões de euros, para a vender dois anos depois.

No País, a Fosun detém ainda a Luz Saúde, é a maior acionista do Millennium BCP com uma participação superior a 27% e tem mais de 5% do capital da REN.