Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Raize dispara 19% no primeiro dia de negociações em bolsa

Exame

António Marques, Afonso Fuzeta Eça e José Maria Rego, os fundadores da Raize

DR/Raize

Ao final da primeira sessão de bolsa, a capitalização bolsista da Raize reforçou-se em 1,9 milhões de euros.

O primeiro dia em bolsa da fintech Raize ficou marcado por forte valorização do título, que encerrou a sessão desta quarta-feira, 18 de julho, a disparar 19% para os 2,38 euros, depois de concluída na sexta-feira passada a oferta pública de venda a dois euros por título.

O título, que cota no mercado Euronext Acess, tinha começado a manhã com uma valorização de 10%, que foi depois ampliada a meio da tarde, no segundo período de transações (a negociação da Raize, sob o ticker MLRZE, é feita por chamada, duas vezes por dia, às 10:30 e 15:30).

A empresa fundada por José Maria Rego, Afonso Eça e António Marques, que tem 15% do seu capital disperso em bolsa na sequência da OPV, chegou ao final da sessão com uma capitalização bolsista de 11,9 milhões de euros em resultado da cotação atingida (2,38 euros), depois de ter sido avaliada em 10 milhões de euros aquando da operação. Ao longo do dia foram movimentados 102 496 títulos, segundo o site da Euronext.

“A OPV atraiu uma procura forte e foi subscrita por mais de 1 400 investidores. A admissão da empresa a cotação e o alargamento da base de investidores vai impulsionar a nossa reputação e presença no mercado, com um impacto muito positivo no crescimento,” afirmou José Maria Rego, chairman da empresa que gere uma plataforma de financiamento colaborativo a PME, em comunicado divulgado pela Euronext.

Depois da primeira dispersão de capital, onde entraram institucionais como a IP Holding ou a SGF – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões e a procura foi quase quatro vezes superior à oferta, está em curso ao longo dos próximos seis meses a venda de até 10% adicionais do capital, pelos acionistas que aceitaram alienar na OPV, operação que será feita por tranches dependendo de o valor da ação ultrapassar determinados patamares – entre os 2,2 euros e os 4 euros.