Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Farfetch abre 60 vagas para estágios remunerados

Exame

José Neves, CEO da Farfetch

José Carlos Carvalho

Número de lugares da terceira edição do programa Plug-In é 60% superior ao da última vaga. Na edição mais recente todos os 36 estagiários foram convidados a continuar na empresa.

Até ao final deste mês a Farfetch tem em curso um processo de seleção para 60 estágios remunerados a iniciar em setembro. A terceira edição do programa Plug-In foi anunciada esta segunda-feira, 9 de julho, pela plataforma eletrónica para a indústria do luxo.

Segundo o comunicado enviado às redações, o número de vagas é 60% superior ao da última edição e além de candidatos com perfis ligados às áreas da engenharia e da matemática este ano a empresa está também à procura de recém-licenciados na área do design de produto.

O estágio terá a duração de seis meses e decorrerá nos escritórios da empresa em Lisboa, Porto ou Braga. Aos estagiários a empresa oferece um programa de mentoria em tecnologia e acompanhamento de especialistas, num ambiente de desenvolvimento de projetos.

No ano passado, dos 500 candidatos, selecionaram-se 36 estagiários que foram todos "convidados para continuar na Farfetch depois do programa," refere a nota da empresa liderada por José Neves (na foto).

A plataforma Farfetch, que foi criada há dez anos em Portugal e no Reino Unido, está ligada à venda digital de moda de luxo, ligando o comércio online e offline, com curadoria e seleção de peças exclusivas dos designers para promover. Representa 1 200 designers e 700 marcas e boutiques, servindo mais de 1 000 empresas em 40 países do mundo, incluindo toda a União Europeia.

Em Portugal a empresa tem mais de 1 000 colaboradores (nas áreas de tecnologia, operações, serviço a clientes ou fotografia) e mais de 2 000 a nível global, em 12 escritórios que servem mais de 190 países, permitindo o acesso mais de 2 milhões de clientes.