Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Contrafação - Verdadeiro ou falso? Descubra as diferenças

Exame

Todos os anos cerca de mil milhões de euros são subtraídos à economia nacional e mais de 16 mil empregos desaparecem devido à contrafação. A VISÃO esteve na exposição promovida pelo Grupo Anti-Contrafação e, com dados das várias autoridades envolvidas, dá-lhe a conhecer alguns dos produtos apreendidos em Portugal que ameaçavam não só a economia como também a saúde.

Percorra a galeria de fotos e saiba como distinguir alguns produtos contrafeitos dos originais

Creme L’Oréal White Perfect NightA embalagem falsa foi apreendida em 2016 no Porto, em armazenistas, por ostentar uma marca contrafeita “pelo que consubstancia o ilícito criminal de contrafação, imitação e uso ilegal de marca,” segundo fonte da ASAE. Não tinha preço afixado por não estar à venda ao consumidor final.
1 / 5

Creme L’Oréal White Perfect NightA embalagem falsa foi apreendida em 2016 no Porto, em armazenistas, por ostentar uma marca contrafeita “pelo que consubstancia o ilícito criminal de contrafação, imitação e uso ilegal de marca,” segundo fonte da ASAE. Não tinha preço afixado por não estar à venda ao consumidor final.

Diana Tinoco/DR

Chanel nº 5O frasco de perfume que foi apreendido pelas autoridades tem um formato muito semelhante ao original. Embora se notem diferenças na tonalidade do líquido e no rótulo, os contrafatores estão cada vez mais sofisticados, reproduzindo com minúcia as embalagens de cartão onde estes produtos são embalados. Um frasco original de Chanel n.º 5, de 50 ml, ronda os 100 euros. A contrafação de perfumes e cosméticos gera prejuízos de 129 milhões de euros por ano à economia portuguesa.
2 / 5

Chanel nº 5O frasco de perfume que foi apreendido pelas autoridades tem um formato muito semelhante ao original. Embora se notem diferenças na tonalidade do líquido e no rótulo, os contrafatores estão cada vez mais sofisticados, reproduzindo com minúcia as embalagens de cartão onde estes produtos são embalados. Um frasco original de Chanel n.º 5, de 50 ml, ronda os 100 euros. A contrafação de perfumes e cosméticos gera prejuízos de 129 milhões de euros por ano à economia portuguesa.

Diana Tinoco/DR

Smirnoff vodkaAs bebidas são a quinta categoria de bens contrafeitos que mais danos causa na economia europeia e nacional, sendo responsável por prejuízos anuais de 60 milhões de euros em Portugal, de acordo com o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO). A garrafa contrafeita de Smirnoff foi apreendida pela GNR numa auto-estrada em dezembro de 2010. O preço de uma original ronda os 11 euros
3 / 5

Smirnoff vodkaAs bebidas são a quinta categoria de bens contrafeitos que mais danos causa na economia europeia e nacional, sendo responsável por prejuízos anuais de 60 milhões de euros em Portugal, de acordo com o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO). A garrafa contrafeita de Smirnoff foi apreendida pela GNR numa auto-estrada em dezembro de 2010. O preço de uma original ronda os 11 euros

Diana Tinoco/DR

Parte das apreensões destas mercadorias contrafeitas, que chegam por correio, é feita em Cabo Ruivo, Lisboa, pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). Chegam dissimulados, da Índia, Brasil e Singapura, e a sua finalidade é o tratamento da disfunção sexual ou a perda de peso. No ano passado, no âmbito de protocolo com o Infarmed, a AT suspendeu 75.339 unidades de medicamentos. Só no primeiro trimestre deste ano já foi apreendido quase o dobro: 124.212 unidades.
4 / 5

Parte das apreensões destas mercadorias contrafeitas, que chegam por correio, é feita em Cabo Ruivo, Lisboa, pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). Chegam dissimulados, da Índia, Brasil e Singapura, e a sua finalidade é o tratamento da disfunção sexual ou a perda de peso. No ano passado, no âmbito de protocolo com o Infarmed, a AT suspendeu 75.339 unidades de medicamentos. Só no primeiro trimestre deste ano já foi apreendido quase o dobro: 124.212 unidades.

Diana Tinoco/DR

iPhone XO equipamento foi detetado em Lisboa, na delegação de encomendas postais de Cabo Ruivo, numa embalagem próxima da do original, segundo a Autoridade Tributária e Aduaneira, que diz não ser habitual ocorrerem apreensões de telemóveis na via postal. Neste caso vinha da China e tinha sido comprado via internet por um particular. Preço do original a partir de 1 179 euros (apple.com)
5 / 5

iPhone XO equipamento foi detetado em Lisboa, na delegação de encomendas postais de Cabo Ruivo, numa embalagem próxima da do original, segundo a Autoridade Tributária e Aduaneira, que diz não ser habitual ocorrerem apreensões de telemóveis na via postal. Neste caso vinha da China e tinha sido comprado via internet por um particular. Preço do original a partir de 1 179 euros (apple.com)

Diana Tinoco/DR