Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Economia nacional é das que menos aceleram na Zona Euro

Exame

Marcos Borga

Portugal acompanhou o crescimento da economia da região, mas registou dos piores desempenhos.

A economia nacional avançou 0,4% entre janeiro e março de 2018, um valor em linha com a média dos países da zona euro, na comparação com o trimestre anterior. Em termos homólogos, o crescimento foi de 2,1%, tal como o INE já tinha revelado no final do mês passado.

Apesar do comportamento positivo e em linha com os congéneres europeus, houve ainda 15 países – entre os 26 para os quais há dados – a registar um desempenho melhor do que o português. De entre todos os Estados considerados, apenas a Estónia viu a economia contrair (caiu 0,1%), enquanto a Roménia se manteve estável, na comparação com o último trimestre de 2017.

Os números revelados esta manhã pela instituição europeia mostram ainda que as exportações da região acabaram por penalizar o crescimento global, ao recuarem 0,4% - o que compara com o crescimento de 2,2% entre outubro e dezembro de 2017. O consumo das famílias (contribuiu com 0,3 pontos percentuais), o investimento (0,1 pontos percentuais) e a variação dos stocks (0,2 pontos percentuais) são apontados pelo Eurostat como os indicadores a quem se deve este crescimento no período considerado.

Face ao primeiro trimestre de 2017, o crescimento da região foi também de 0,4%.