Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Farfetch e Burberry lançam aceleradora tecnológica em Lisboa para mudar o comércio

Exame

José Neves, fundador da Farfetch

Lucília Monteiro

O programa vai durar 12 semanas e inclui uma semana em São Francisco, Estados Unidos, com o fundo de capital semente 500 Startups, o outro parceiro da iniciativa.

A plataforma tecnológica de moda de luxo Farfetch lançou a Dream Assembly, uma aceleradora tecnológica dirigida a projetos inovadores que quer transformar o futuro do comércio. A estrutura, que funcionará em Lisboa, é criada em parceria com a marca de vestuário Burberry e a empresa de venture capital 500 Startups e foi apresentada esta sexta-feira, 20 de abril, em Lisboa.

O programa, que inclui serviços de mentoring e conhecimento associados à tecnologia, marketing e comércio eletrónico, vai durar 12 semanas e permitir às empresas participantes aprofundar contactos em particular na área da moda.

"Vai dar um 'boost' muito importante para que outras startups possam surgir e é muito importante para as grandes empresas. É um excelente indicador de que, para estarmos na linha da frente permanentemente, temos de estar sempre a inovar e a descentralizar. A inovação não se pode esgotar no interior da empresa," disse o primeiro-ministro, António Costa, que esteve na apresentação da aceleradora.

Além de transmitir conhecimentos através de módulos de formação disponibilizados pela Burberry, o fundo de seed venture 500 Startups será responsável pela partilha de expertise nas áreas de vendas e marketing, uma experiência que vai incluir a deslocação das empresas participantes, durante uma semana, a São Francisco, nos Estados Unidos. As candidaturas para participação no programa já abriram e decorrem até dia 10 de junho.

"Isto não é uma revolução para destruir ninguém, é pela positiva, com as boutiques, com o setor, com as marcas. Nós amamos a indústria da moda e trazemos a tecnologia para onde ela pode ajudar, afirmou José Neves, o CEO da empresa, defendendo o papel da Farfetch no setor durante a apresentação.

A plataforma Farfetch, criada há dez anos em Portugal e no Reino Unido, atua no setor de venda digital de moda de luxo, ligando o comércio online e offline, fazendo curadoria e seleção de peças exclusivas dos designers para promover. Representa 1 200 designers e 700 marcas e boutiques, servindo mais de 1 000 empresas em 40 países do mundo, incluindo toda a União Europeia.

A empresa tem mais de 1 000 colaboradores em Portugal (a nível nacional fazem toda a tecnologia, operações, serviço a clientes ou fotografia) e acima de 2 000 no total a nível global, espalhados por 12 escritórios que servem mais de 190 países, com acesso mais de 2 milhões de clientes.